× Fechar

Artigos & Receitas

04 jan

Endometriose: alimentos que combatem e prejudicam

Na endometriose, o endométrio, mucosa que reveste a parede interna do útero, cresce em outras regiões do corpo, gerando dor, inflamação e até infertilidade.

 

O diagnóstico é médico, por meio de sintomas clínicos e exames de imagem. Os tratamentos mais comuns são a terapia hormonal e a laparoscopia pélvica que, embora não curem, controlam os sintomas.

 

É muito comum a alteração da microbiota na endometriose, com mais bactérias gram negativas e ecoli. Isso porque a disbiose gera inflamação e alteração no metabolismo de estrogênio, com estroboloma: que é a carga genética de bactérias que metabolizam estrogênio, agravando a endometriose.

 

Daí a importância da nutrição no manejo da endometriose! Tudo começa pela alimentação!

 

– Diminuir consumo de alimentos inflamatórios, carne vermelha e soja, além de conservantes e corantes, exposição à plásticos (plástico filme, garrafas, copos, embalagens), por causa do bisfenol A;

 

– Aumentar o consumo de frutas e verduras orgânicas, além de gordura boa e ômega-3 (azeite, abacate, peixes gordurosos);

 

– Melhorar a digestão (alguns chás ajudam);

 

– Reparar a mucosa intestinal (complexo B, vitamina D e zinco);

 

– Administrar o estresse e dormir bem;

 

– Alguns suplementos que podem ajudar: NAC, ácido lipoico, resveratrol, própolis; além de fitoterápicos, como unha de gato, alho, curcumina.

 

Procure ajuda! Sentir dor não é normal e mudar o seu estilo de vida pode auxiliar bastante!